image_pdf
Notas

Creio na Oração

Não porque me disseram, não porque li.
Não porque sinto, pois muitas vezes, não sinto.
Não porque me dedico, tampouco porque “dá certo”.

Creio, porque de joelhos eu toco o Céu.
Creio, porque orando, eu vivo.
Creio, porque minh’alma pede.
Creio, porque preciso.

Quando não oro, a vida descarrila.
Quando não oro, o coração se perde.
Quando não oro, não vejo, não percebo.
Quando não oro, o abismo chama.

Não sei se oro bem, se oro mal.
Só sei que existe apenas uma oração errada:
A que não foi feita.